COMPARTILHAR

Em entrevista ao G1 durante coletiva no Festival de Inverno Bahia, que acontece até domingo, cantora fez nova crítica à decisão de Michel Temer.

Durante a entrevista coletiva para a imprensa na madrugada deste sábado (26), na 13ª edição do Festival de Inverno Bahia, em Vitória da Conquista, a cantora Ivete Sangalo falou sobre a postagem no Instagram onde demonstrou indignação sobre o decreto que extingue a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca).

A artista se colocou como cidadã e falou do protesto. “Eu tenho indignação por muitas coisas, mas tem determinadas ações que a gente não pode voltar atrás, não são reversíveis. Então, chega uma hora que a gente não aguenta, e dá aquele grito”, desabafou.

A área, com mais de 4 milhões de hectares, fica na divisa entre o Sul e Sudoeste do Amapá com o Noroeste do Pará. Com a revogação da reserva, criada em 1984, a floresta, que tem alto potencial para exploração de ouro, poderá ser concedida para a exploração mineral.

Para Ivete, o que ela fala publicamente sempre tem influência sobre quem a acompanha. “Eu sou uma pessoa pública e uma pessoa pública deve ter o discernimento e o cuidado de saber que aquilo que ele vai dizer vai influenciar muito as outras pessoas, para o bem ou para o mal”, disse.

“Eu prefiro sempre ter a responsabilidade de, primeiro, ter a certeza de saber muito mais sobre aquilo que estou falando, para tornar público depois. Mas acho que aquilo impactou tanto que eu mandei bomba. Eu sou brasileira e aquilo é um patrimônio nosso e não pode ser tratado dessa forma, não é verdade?”, concluiu.

Por G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira um comentário
Por favor, insira seu nome